A educação física militarista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A educação física militarista

Mensagem por João Novaes em Qua Mar 08, 2017 2:02 am

A educação física militarista brasileira se deu a partir da era Vargas que mantinha relações comerciais com a Alemanha e com isso acabou recebendo influência de motivar um jovem a ter sentimento patriótico. A educação física passou a ser obrigatória em todos os colégios, e os instrutores dessa matéria eram alguns militares (a primeira escola civil de formação de professores da área só foi construído em 1939 'nove anos após a entrada de Vargas no poder'). Era claro que o objetivo da educação física militarista e higienista era preparar um jovem para a guerra (contexto em que vivia o mundo), implantando nele o sentimento de nacionalismo e de heroísmo, fazendo-os ter um físico perfeito (ideia essa que lembra a ideologia nazi-facista).
Em noções pedagógicas a educação física militarista não se adequaria, pois de forma bem resumida Caparroz diz: "[...] entende-se que a única característica que marca a educação física é o militarismo". Porém, alguns autores optaram por ver esse tipo de educação física por um outro ângulo, como Oliveira e Linhares, que disseram: "a maneira como o corpo é tratado na escola se conecta a uma diversidade de projetos em disputa." Como o mundo passava por um período de guerra, esse preparo juvenil seria necessário.
Hoje em dia a educação física é baseada em atividades como esportes e ginástica, mudando completamente o contexto de um conteúdo escolar voltado a guerra, exigindo assim, menos perfeição no corpo dos jovens e mais liberdade para os mesmos.

João Novaes
Ver perfil do usuário

João Novaes

Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/03/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum