Injustiça - Luma Lemos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Injustiça - Luma Lemos

Mensagem por lumalemos em Ter Maio 02, 2017 4:19 am

O filósofo Allan Kardec expressa que as desigualdades sociais não são obra do acaso e nem de um deus. Elas foram feitas pelos homens. Ainda assim, há quem diga que é fruto da ambição sem medida e do egoísmo daqueles que anseiam, para si, toda a riqueza e poder.
A realidade é que nós brasileiros pagamos uma alta carga de impostos e não temos a ‘’devolução’’. Em janeiro, de 2012, foram arrecadados pelo governo federal, em impostos, cerca de R$ 108,81 bilhões, em 2011, foram R$ 989 bilhões (Fonte G1). É pouco? Além disso: a distribuição de renda é desdenhadora e a oferta de educação superior a desejar. O mesmo ocorre com o ensino público, nos níveis fundamental e médio, que está jogado às traças. Nossa elite não quer cidadãos conscientes de sua cidadania, afinal, se mantém no alto poder como imortais e se alimentam dele. Dessa forma, tudo permanece da maneira atual. Não há mudança. É o caso da saúde. Olhando de perto, as filas de espera, em hospitais públicos, mais se parecem com o corredor da morte. A desigualdade, principalmente no Brasil é extrema.
Lei não é mútuo de justiça. É bom não deixar para trás que boa parte da violência, existente nesta nação, é fruto da desigualdade e opressão contra os mais pobres. Nossa elite, que é míope sapientemente, não consegue analisar que as imensas diferenças sociais deixa literal inúmeras formas de barbarismo.
Nenhuma nação rica não atingiu o desenvolvimento em geral, ignorando o ensino e fechando os olhos para a desigualdade social como faz nosso país. Não podemos esquecer que é consenso que a educação é um valioso tesouro universal. É o alicerce cultural de um povo, ou seja, é concernente a soberania e desenvolvimento de cada nação.
Lei não é sinônimo de justiça. Nem tudo está acabado. O fato é que a revolução, no sentido de mudança deve começar conosco. deixar de lado o comodismo. Uma nação digna é aquela qual vai lutar e tomar o legítimo direito de cidadania e reivindicar mais investimentos em educação, segurança, saúde, moradia e transporte de qualidade, pois assim se faz um país digno e propício.

lumalemos

Mensagens : 1
Data de inscrição : 02/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum